segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Resenha: Extraordinário







"Preceito de Setembro do Sr. Browne:
Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil"

AUTORA: R.J. Palacio
EDITORA: Intrínseca
NÚMERO DE PÁGINAS: 313





Sinopse: August, ou Auggie, nasceu com um síndrome genética cuja sequela é uma deformidade facial e esta deformidade, Auggie foi sujeito a muitas cirurgias, por isso ele nunca frequentou uma escola.
Agora Auggie tem doze anos e vai cursar o quinto ano de um colégio particular de Nova York. Como se já não fosse difícil ser um aluno novo, Auggie ainda tem que lidar com olhares de todos os tipos e conversinhas sussurradas nos corredores, além de brincadeiras maldosas de seus colegas.
Sua missão é mostrar aos novos colegas que apesar de um rosto incomum ele é um garoto muito comum.

Opinião: Lindo, tocante, reflexivo e cheio de momento emocionantes.
Eu me vi sendo a irmã de Auggie, me vi sendo protetora em relação a ele, me vi encarando as mesmas questões que ela, me vi tendo ódio dos novos colegas de Auggie e querendo trancá-lo em casa para que nunca mais ninguém o fizesse sofrer, mas ao mesmo tempo me vi sendo seus colegas e parei um momento para pensar: Será que eu não agiria da mesma forma que eles?



Vivemos em uma sociedade completamente fútil onde só o que importa é a aparência. Você já parou para pensar em quantas pessoas incríveis deixou de conhecer só porque achou que aquela roupa que ela estava usando era completamente horrorosa? Ou porque ela tinha o nariz grande demais? Ou talvez porque ela tinha muitas tatuagens e piercings?
Com certeza você respondeu sim para alguma dessas perguntas, então pare e pense: Você, nos auge dos 12 anos de idade, conversaria com um garotinho com um rosto completamente deformado? Você deixaria de fazer piada com ele? Deixaria de cochichar sobre o mesmo com seu grupinho de amigos?

Extraordinário mostra o quanto uma pessoa que nos parece incomum e completamente diferente da gente pode ser, na verdade, muito mais parecido com você do que se imaginava. Ou o quanto uma pessoa diferente pode ser extraordinária.


Queria aproveitar a deixa para mandar um beijo para a Alexandra, quem sabe um dia ela leia esta resenha e se lembra como foi seus tempos de escola, e talvez ela leia esse agradecimento. Então obrigada Alexandra, por ser tão diferente e tão extraordinária e por me ensinar a ser uma pessoa menos fútil e mais amável.  

Beijinhos, B.

6 comentários:

  1. Adorei a resenha *__*

    Seu blog é lindo ,que Deus te abençoe .

    garotasimplesvem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. aaai eu to lendo extraordinario ): achei meio triste

    idiomafashion.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É triste mesmo Vick, mas o final é muito bonito!

      Excluir
  3. Estou louca pra ler esse livro, sério ahah Já está na minha listinha faz tempo!

    Beijoos, Ana Carolina
    http://simplesglamour.blogspot.com
    Instagram e Twitter: @simplesglamour

    ResponderExcluir